Vou te sarar…

Brincando no quintal com a Lucy (nossa SRD), o Anthony acertou uma bolinha em mim, dessas bem duras:
– Ai filho você me machucou! , e doeu mesmo…
– Vou te sarar mãe! –
E começa a me dar um monte de beijos bem estalados!
Quem é que não sara com um monte de beijos bem estalados?! Rsrsrs

Precisamos falar sobre o machismo!!!

Eu poderia vir aqui contar sobre  o desfralde, sobre o desenvolvimento do Anthony ou sobre a loucura que está sendo cuidar de filho, casa, marido and cachorra filhote super ativa! Mas algo tem me incomodado muito e eu não consigo simplesmente passar por cima.
Já é tão complicado ser mulher e nem vou enumerar todos os milhares de motivos, e fica ainda mais difícil e doloroso quando vejo mulheres sendo machistas, naturalizando o machismo e demonizando o feminismo, porque é tão difícil criar uma rede de apoio?
Você concordar que a máquina de lavar fez mais para as mulheres do que o feminismo é muita muita falta de informação, é cuspir no prato que comeu, se hoje temos espaço na politica, na internet, no mundo, é graças a essas mulheres feministas que foram lá e lutaram por isso, você não concordar com o movimento é um direito seu, agora desmerecê-lo é no minimo muita injustiça.
Dezenas de mulheres são estupradas, assediadas, assassinadas e espancadas diariamente.
Mulheres ganham menos que homens para trabalhar na mesma função.
Quem dera eu estivesse inventando tudo isso, uma rápida pesquisa no Google embasa tudo o que acabei de escrever.
Tem muita coisa que não concordo dentro do movimento, alguns pontos ainda são muito confusos para mim, mas um fato é crucial para que eu me declare feminista, sou  mulher e entendo que juntas somos muito mais fortes!
Entendo que ser feminista é lutar por igualdade, por respeito, por liberdade, e que ser feminista não me impede de usar maquiagem (embora eu não use), de ser romântica, de cuidar da casa e de ser mãe.
É preciso parar de tratar o machismo como algo natural, não é e não deve ser, e tem de ser combatido desde sempre, busco educar o Anthony para que ele se torne um homem íntegro, que respeite à todos, que não trate as mulheres como objetos e que entenda que todos temos direitos e deveres iguais! E fica aqui o meu desejo para que em todas as famílias seja assim!
Porque hoje eu não desejo para as mulheres flores ou bombons, eu desejo respeito, eu desejo igualdade!